09 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Notícias

Demanda antiga dos moradores do Riacho Fundo I e II, a pavimentação de via de ligação entre as duas regiões administrativas foi tema de audiência pública remota da Câmara Legislativa na manhã desta segunda-feira (3/5). Atualmente, a estrada é precária e se encontra próxima a uma área de responsabilidade do Brasília Ambiental (Ibram). A proposta discutida na audiência é a construção de uma pista alternativa, margeando o Parque Ecológico do Riacho Fundo e desativando a via que passa pela área de conservação.
À frente da discussão desta manhã, o presidente da Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana da CLDF, deputado Valdelino Barcelos (PP), garantiu que a proposta será melhor discutida com toda a população, “sem atropelar nada”. E ponderou que a construção da via alternativa “dará mais segurança e comodidade”.
A administradora do Riacho Fundo I, Ana Lúcia Melo, reforçou a importância do projeto e pediu a ajuda de todos. Ela ainda apontou que, enquanto a alternativa não sai do papel, estão sendo realizadas manutenções paliativas na via que já existe. Por sua vez, a administradora do Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva, defendeu que a nova pista vai permitir um deslocamento “mais ágil e seguro, sem buracos e atoleiros”.
A proposta agradou a muitos moradores, que clamam por “progresso”. Dalva de Almeida, do Educandário de Maria, por exemplo, reclamou dos buracos da pista atual e disse que a alternativa “é de suma importância para o progresso da nossa sociedade”. O empresário Gustavo Resende concordou e acrescentou: “Não vejo impactos ruins, a população tem de entender que poderemos gerar mais empregos e dignidade”.

A proposta
O chefe da Seção de Projetos da Novacap, Elias Maia El Zayek, explicou que a via em debate terá cerca de 2km e ficará fora dos limites do Parque Ecológico. O projeto, além de pavimentação, prevê uma ciclovia mista com o passeio, o cercamento entre a via e o parque, e obra de drenagem atendendo às exigências da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento (Adasa).
Como não passa pelo parque e tende a causar menos impactos ambientais, o processo de licenciamento pelo Ibram tende a ser mais célere. Segundo informou o superintendente Alisson Neves, o órgão já está em contato com a Novacap e as administrações regionais: “Estamos trabalhando para permitir avançar de forma sustentável e com o menor impacto possível. A perspectiva da via sem conflito com o parque é muito importante”. E continuou: “Sabemos da expectativa da comunidade, só estamos aguardando alguns documentos relacionados”. 
Também presentes à audiência pública, o líder do governo na CLDF, deputado Hermeto (MDB), se colocou à disposição para “ajudar da melhor forma possível, obedecendo as legislações e ouvindo a comunidade”; e o ex-parlamentar Rôney Nemer argumentou que “toda obra traz desconforto, alguns serão contra, mas depois todos vão agradecer”.

 

 

Foto: Thyago Arruda

O 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM), unidade integrante do 2º Comando de Policiamento Regional (CPR), desencadeou, na tarde desta quinta-feira (29), a Operação Cidade Segura. A ação consiste no emprego de diversas modalidades de policiamento em conjunto para combater à criminalidade. Dessa vez, a região administrativa atendida será a do Riacho Fundo I e II, que atualmente está sob o Comando do Major Armando Vale. 

São 52 policiais militares que integram diversas unidades da PMDF: o 28º BPM, o Grupamento Tático Motociclístico (GTM), Rotam, GTOP, Bptran e Bpcães. O capitão Gustavo Santana destaca que a intenção é intensificar o policiamento a pé e de trânsito, além de abordagens a veículos nas principais entradas das cidades e repressão ao tráfico de drogas. Na ocasião, o capelão católico Padre Jéferson, realizou a benção da tropa.

A administradora da cidade do Riacho Fundo II, Ana Maria, compareceu a liberação do policiamento no Batalhão e disse ter boas expectativas quanto à operação: “A população já tem credibilidade no trabalho da PMDF, e essa operação fortalece ainda mais a confiança na segurança pública do Riacho Fundo. Agradecemos essa parceria junto à Polícia Militar. Todas as demandas que solicitamos, somos atendidos.”

Segundo o Major Armando Vale a finalidade é transmitir a sensação de segurança para população nas áreas demarcadas pelo mapeamento criminal da região. “Estamos participando, junto as administrações do Riacho Fundo I e II, e ao Conselho de Segurança Comunitário (CONSEG), de reuniões a fim de estreitar as relações para um trabalho pontual de segurança nas cidades. O foco hoje será para combater os crimes de furtos e roubos a transeuntes, visando também as paradas de ônibus”, complementou o comandante do 28º BPM.

Ao final da operação, foram abordadas 157 pessoas e 92 veículos. Foram lavradas 12 autuações de trânsito e confeccionado um Termo Cirscunstânciado de Ocorrência. 

 

 

Fonte: Polícia Militar do Distrito Federal.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal promove na terça-feira (3/5), às 10h, audiência pública que discutirá a pavimentação da via de ligação entre Riacho Fundo I e II. O projeto para a obra é da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).
A iniciativa para discutir sobre pavimentação da via alternativa de ligação entre as cidades, fora dos limites do Parque Ecológico, foi do deputado Valdelino Barcelos.

 

Participe conosco

Você poderá acompanhar a
transmissão por meio da TV Web, no link: https://youtube.com/c/TVWebCLDF


Ou pela páginas oficiais do Deputado Valdelino Barcelos.


Facebook: www.facebook.com/valdelinobarcelosoficial/
Youtube: https://youtube.com/channel/UCKZmlBZil7VS3PNakjan_sA

 

A QN 05 recebeu uma força-tarefa para ações de limpeza e conscientização contra a dengue neste sábado (24/4). Capina, recolhimento de inservíveis, lavagem de equipamentos públicos, pintura de meio-fio e limpeza geral estiveram entre os principais serviços.

Os próprios servidores da Administração Regional do Riacho Fundo I realizaram os trabalhos. O mutirão fez parte da campanha Riacho + Limpo, que chegou à sétima edição. A ação teve o apoio do Serviço de Limpeza Urbano (SLU).

A administradora Ana Lúcia Melo ressalta que os mutirões seguirão em novas quadras nas próximas semanas. A meta é atender todo o Riacho Fundo I. “Nossa população merece uma cidade cada vez mais limpa. “Eu quero agradecer imensamente ao diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira, e ao Diretor de Limpeza Urbana, Álvaro Ferreira, que nos atenderam com a maior presteza, enviando o reforço de 36 servidores para esse mutirão de hoje. Nossa gratidão também ao governador Ibaneis Rocha, pelo carinho com o Riacho, ao deputado Valdelino Barcelos, que tem sido importantíssimo para as conquistas em nossa cidade”.

 

Texto e fotos: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Mais de cinco mil mudas e 500 metros quadrados de grama ajudam a deixar a nossa cidade a cada dia mais bela e verde. Os serviços foram realizados pela Administração do Riacho Fundo I entre janeiro e abril deste ano. E a previsão para os próximos meses é a intensificação ainda maior da campanha “Riacho + Verde”.
O Balão da QN 01, em frente à Unidade Básica de Saúde 2, o balão de entrada da cidade e o canteiro próximo ao Riacho Mall Shopping são alguns dos locais que passam pela implantação de grama e plantio de mudas. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), com a contribuição das mudas, e parceiros da própria comunidade, com A doação de grama, também ajudam nas ações. 
A administradora Ana Lúcia Melo ressaltou a importância do trabalho em prol do meio ambiente. “Agradeço ao governador Ibaneis Rocha, ao presidente da Novacap, Fernando Leite, e ao deputado distrital Valdelino Barcelos, que não tem medido esforços para ajudar a nossa população. Juntos, tornaremos nossa cidade ainda melhor.”

 

 

Por João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

O Riacho Fundo I recebeu nesta terça-feira (13/4) o secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo. Após reunião no Gabinete da Administração Regional, a chácara 26, na Colônia Agrícola Sucupira, e a comunidade Vale da Benção, no Kanegae, foram visitadas. O secretário Gilvan Máximo informou que as áreas serão incluídas no “Projeto Wi-Fi Social DF”, que disponibiliza internet grátis em regiões carentes do Distrito Federal. A ex-deputada Milena Câmara, o Pr. Raimundo Conceição, doutora Antônia Lúcia, o presidente da Associação Comercial do Riacho Fundo I, João Francisco Neto (Dimmy) e o ex-administrador Artur Nogueira também acompanharam o encontro.

As autoridades conversaram com representantes dos moradores e se colocaram à disposição para ajudar em ações que garantam dignidade para a população.

A administradora Ana Lúcia Melo ressaltou a importância da visita nessas áreas de vulnerabilidade social. “Somente juntos conseguiremos melhorar a qualidade de vida em nossa cidade. Agradeço ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo, e ao deputado distrital Valdelino Barcelos, que tem tido esse olhar diferenciado, não medindo esforços para ajudar a nossa população.”

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos e edição de vídeo: Genivaldo Soares – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

O Riacho Fundo I está entre os 50 postos de vacinação do Distrito Federal que estão recebendo doação de cestas básicas. A iniciativa da sociedade civil tem como objetivo arrecadar alimentos para famílias em condições de vulnerabilidade social. Os órgãos do GDF abraçaram a causa "Solidariedade Salva" e estão colaborando com a campanha! A iniciativa conta com a participação da Associação de Supermercados de Brasília (Asbra) e outras empresa doa cada dia recebe mais adesões do comércio varejista e atacadista.

A administradora Ana Lúcia Melo ressalta que a ajuda da população pode salvar vidas. “Faça sua entrega voluntária de alimentos na tenda da Unidade Básica de Saúde 1 quando for tomar a vacina. As doações serão entregues para a comunidade carente da nossa cidade. Juntos, podemos fazer a diferença na vida de muitas famílias”.

Essa é uma campanha da sociedade civil em conjunto com os órgãos do GDF, como SEGOV, SEDES, Defesa Civil e outros, a fim de ajudar as famílias que mais necessitam neste momento.

 

 

Por João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Voluntários fantasiados de personagens infantis participaram neste domingo (4/4) de uma entrega de chocolates no Riacho Fundo I. Várias crianças que moram na comunidade Vale da Benção ganharam chocolates para celebrar a páscoa. A região é uma das mais carentes da cidade e conta com diversas famílias vivendo em situação de vulnerabilidade. 
Batman, Frozen, Hulk, Princesa Bela e Capitão América foram alguns dos personagens que fizeram a alegria dos pequenos. Os voluntários integram o projeto social Dudu Noel.
A Administração Regional deu apoio ao evento com a instalação de uma tenda, disponibilização de álcool gel e organizando as filas para evitar aglomeração. Não houve utilização de dinheiro público para a ação. Os recursos para a compra das guloseimas foram doados pelo deputado distrital Valdelino Barcelos. 
“Juntos, podemos fazer a diferença. Nossa gratidão ao governador Ibaneis Rocha, pelo incentivo aos projetos sociais em nossa cidade, e ao deputado Valdelino Barcelos, que foi fundamental para essa ação de amor próximo no dia hoje. Que a Páscoa seja o renascimento do amor em nossos corações”, deseja a administradora Ana Lúcia Melo.

 

 

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos e edição de vídeo: Genivaldo Soares – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

 

Com o objetivo de prevenir acidentes e melhorar a iluminação pública no Riacho Fundo I, a Administração Regional mapeou diversos postes que necessitam de manutenção preventiva ou substituição. O levantamento foi enviado à Companhia Energética de Brasília (CEB), que já iniciou os serviços nos pontos mais urgentes. Um dos locais que ganhou novas estruturas de iluminação foi a QS 06. Os trabalhos na quadra foram realizados na quarta-feira (30/3).

A administradora Ana Lúcia Melo reforça que a participação da comunidade é muito importante. “Solicitamos a ajuda da população no sentido de encaminhar para a Ouvidoria foto e localização dos postes que precisam de manutenções ou troca. Juntos, vamos melhorar cada vez mais a iluminação pública na nossa cidade”, ressalta.

 

Sua participação é fundamental

Os moradores podem realizar demandas por meio da Ouvidoria do GDF, no site www.ouvidoria.df.gov.br e pelo número 162.

Precisa de outras informações? Envie um WhatsApp para a Administração do Riacho Fundo I: 99125-9584

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos: Genivaldo Soares – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

 

Acompanhado da administradora Ana Lúcia Melo, o presidente Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Fernando Leite, vistoriou na manhã desta segunda-feira (29/3) as obras na Feira Permanente do Riacho Fundo I. Os serviços seguem a todo o vapor. Mais uma etapa da reforma teve início na semana passada, com a recuperação total do banheiro masculino. Em seguida, os trabalhos serão executados no toalete feminino. 
Durante a vistoria, o presidente da Novacap, Fernando Leite, destacou que a população pode ter confiança no trabalho do Governo do Distrito Federal (GDF). “O governador Ibaneis Rocha quer transformar o Riacho Fundo I. Tudo o que for preciso, nos faremos. Já começamos e muitas conquistas ainda estão por vir”, afirmou Fernando Leite.
O chefe da Divisão de Conservação e Reparos (Dicor) da Novacap, Pedro Isaac, explicou que a reforma da Feira do Riacho ocorre em três etapas. “A primeira foi contemplada pela construção de calçadas, acessibilidade, meio-fio, tampas de boco de lobo, entre outros trabalhos de infraestrutura externa. Atualmente, estamos na segunda etapa, que é executada no interior da Feira. Iniciamos pelos banheiros, que serão completamente reformados e ampliados, também para atender as normas de acessibilidade. Após finalizarmos os serviços, entraremos na terceira e última fase, que engloba a cobertura e a restauração de instalações elétricas e hidráulicas”. 
“É importante que a população fique atenta e não caia em fake news. As obras não pararam. Pelo contrário: seguem de acordo com o cronograma, conforme comprovado na visita de hoje do presidente Fernando Leite e das equipes de engenharia da Novacap. O GDF não mede esforços para que o Riacho Fundo I tenha cada vez mais avanços”, destaca a administradora Ana Lúcia Melo.

Saiba mais
Em outubro de 2020, uma emenda parlamentar do deputado Rafael Prudente (MDB) destinou cerca de R$ um milhão e 200 mil para reforma e manutenção da Feira Permanente do Riacho Fundo I. Recuperação de calçadas, implantação de acessibilidade, restauração de bueiros, revitalização de áreas verdes foram alguns dos serviços executados ainda no ano passado. Os recursos permanecem na Novacap para execução nos próximos meses. Em fase de licitação, a obra fará uma reforma completa no espaço, conforme determinação do governador Ibaneis Rocha.

 

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos e edição de vídeo: Jaqueline Husni – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

“A equipe da Administração Regional esteve na quadra onde eu moro há alguns dias e solicitei demandas importantes, como a restauração dos bueiros. Essa semana, as tampas de boca de lobos foram substituídas, além de outras manutenções na região. Acho que é muito importante essa interação entre a população e o governo”. O depoimento de Mariza Carvalho, moradora da QS 10, reflete a importância da gestão compartilhada, prática cada vez mais comum no Riacho Fundo I. Entre outras ações, o programa “Administração + Perto de Você” potencializa o atendimento dos moradores e as conquistas em nossa cidade.

A Administração Regional ressalta que a comunidade pode realizar solicitações por meio da Ouvidoria do GDF, no site www.ouvidoria.df.gov.br e pelo número 162.

“É determinação do governador Ibaneis Rocha esse cuidado diário com o Riacho Fundo I. Agradecemos aos moradores pela parceria e envio demandas pela Ouvidoria. Seguimos, juntos, por uma cidade cada vez melhor”, destaca a administradora Ana Lúcia Melo.

 

 

Texto e foto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Com o apoio do programa GDF Presente, a operação tapa-buracos foi reforçada nesta terça-feira (23/3) no Riacho Fundo I. Atendendo a pedidos da população, a via próxima ao Instituto de Saúde Mental (ISM) recebeu serviços de manutenção. Após autorização do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), dois quebra-molas também foram construídos na área. A força-tarefa para recuperação de vias públicas segue nos próximos dias. 
A QS 02, QS 04, QS 06, QS 10, QS 12, QN 05 e QN 07, além dos módulos 59 e 79 da Colônia Agrícola Sucupira, fazem parte do cronograma de regiões a serem atendidas. No total, 9,8 toneladas de massa asfáltica foram fornecidas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). A Administração Regional reforça que a comunidade pode realizar solicitações por meio da Ouvidoria do GDF, no site www.ouvidoria.df.gov.br e pelo número 162. 
“É determinação do governador Ibaneis Rocha esse cuidado diário com o Riacho Fundo I. Agradecemos aos moradores pela parceria e envio demandas pela Ouvidoria. Seguimos, juntos, por uma cidade cada vez melhor”, destaca a administradora Ana Lúcia Melo.

 

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos: Jaqueline Husni – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

“O governador Ibaneis Rocha não mede esforços para que nossa cidade seja cada vez melhor”, destaca a administradora Ana Lúcia Melo.

 

Fundado em 13 de março de 1990, o Riacho Fundo I chega aos 31 anos com uma série de avanços conquistados nos últimos anos. Apenas para citar os principais, podem ser elencados a licitação para obra do Viaduto, o recapeamento asfáltico na Colônia Agrícola Sucupira e a implantação de iluminação de LED em grande parte da cidade. O esgotamento sanitário na Sucupira, a construção do Balão na QS 14/16 e o início da manutenção nas quadras poliesportivas e parques infantis são outras melhorias realizadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF).
Atualmente, o Riacho Fundo I tem cerca de 80 mil moradores, somados os habitantes das áreas rurais. A área ambiental é um dos grandes diferenciais da cidade, abrigando diversas nascentes – incluindo o próprio Córrego Riacho Fundo, que inspirou o nome da RA – e, sobretudo, pela diversidade da fauna e da flora nativos da região. Com um comércio forte e diversas opções para lazer e atividades esportivas, o Riacho Fundo I é a 17ª Região Administrativa do Distrito Federal. Nas palavras do ex-governador Joaquim Roriz, a região administrativa foi criada para ser “uma cidade referência em qualidade vida”. 
O Riacho Fundo I originou-se da Granja do mesmo nome, localizada às margens do ribeirão Riacho Fundo, criada logo após a inauguração de Brasília, onde havia uma vila residencial para os funcionários. O GDF loteou a Granja Riacho Fundo, transferindo para lá moradores do Bairro Telebrasília localizado na Asa Sul, dentre outras localidades do Distrito Federal. 
Confira as 10 principais conquistas realizadas nos últimos meses no Riacho Fundo I, cidade administrada por Ana Lúcia Melo.

•    Licitação para construção do Viaduto
•    Recapeamento asfáltico na Colônia Agrícola Sucupira
•    Implantação de iluminação de LED em quase toda a cidade
•    Início da reforma de todas quadras poliesportivas, campo sintéticos e parques infantis
•    Finalização de projeto para construção de uma creche e uma escola classe

•    Construção de balão na QS 14/16 
•    Reforma da Feira Permanente
•    Revitalização do Skate Park
•    Esgotamento sanitário na Colônia Agrícola Sucupira
•    Construção do Centro Interescolar de Línguas (CIL) do Riacho Fundo I

 

 

Texto e arte: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

O Diário Oficial de hoje (15/3) divulga  a isenção do preço público cobrado de bares, restaurantes e lanchonetes (CNAEs 5611-2/01, 5611-2/02, 5611-2/0), dos permissionários de feiras livres e permanentes e de quiosques, trailers e similares (CNAE 5612-1/00), pela utilização de espaço em logradouro público ou pelo uso de área pública.

 

Clique aqui e confira o Decreto na íntegra (disponílvel na página 4 do DODF de hoje).

 

Outras medidas

Para aliviar o caixa das empresas, que tiveram restrição integral de funcionamento, o GDF vai prorrogar para dezembro o vencimento da primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e da Taxa de Limpeza Pública (TLP). Os impostos poderão ser parcelados em até 12 vezes. O objetivo é amenizar os efeitos da queda no faturamento dos setores de bares, restaurantes, lanchonetes, segmento de eventos, academias, hotéis e shopping centers.

Os valores de IPTU e TLP previstos para esses estabelecimentos somam cerca de R$ 70 milhões. O pagamento desses tributos neste ano está previsto originalmente para quatro parcelas, que vencem nos meses de maio, junho, julho e agosto. O novo calendário prevê pagamento de dezembro de 2021 a novembro de 2022.

A medida foi tomada para auxiliar áreas de comércio e serviços, que enfrentam dificuldades causadas pela pandemia da Covid-19. A prorrogação atende a uma solicitação do setor produtivo.

 

“Reconhecemos as dificuldades que o setor produtivo, especialmente os pequenos e médios empresários, estão passando neste momento. Estas medidas vão dar algum alívio, até que essa pandemia passe”Ibaneis Rocha, governador

 

O secretário de Economia, André Clemente, disse acreditar que a medida vai ajudar na manutenção do emprego e da renda de parte significativa da população. “Com esse ajuste, nós damos mais tranquilidade para o setor produtivo, pois os empresários não ficarão inadimplentes e continuarão tendo suas certidões negativas de débito. Ao final do ano, com outro cenário econômico, eles poderão regularizar o pagamento do IPTU”, detalhou.

Além da prorrogação do IPTU e da TLP, o governo também vai ampliar a isenção do preço público aos setores de bares, restaurantes e lanchonetes. Em 24 de fevereiro, o governador Ibaneis já havia suspendido a cobrança para feiras, quiosques e ambulantes. “Nós sabemos que os empresários são bons pagadores de impostos. Ninguém quer ficar devendo. Então, nos antecipamos para fazer algumas concessões no sentido de remissão e isenção da cobrança de preço público. É um custo a menos para esses empreendedores que estão enfrentando dificuldades”, explica André Clemente.

O preço público é cobrado pelo uso de espaços em área pública. A isenção considera o forte impacto financeiro sofrido por esses setores econômicos, em decorrência das medidas de isolamento impostas pela pandemia. A expectativa é de que o GDF deixe de recolher R$ 607 mil por mês pelo não pagamento da taxa, além de abrir mão de R$ 3,8 milhões em relação a valores atrasados.

A isenção do preço público valerá a partir de março de 2021 até quando durar o estado de calamidade pública. Já a remissão, que é o perdão de impostos passados, abrange o período de março de 2020 a fevereiro de 2021. Os valores que já foram pagos não são passíveis de restituição.

Nos decretos, que serão publicados nesta segunda-feira (15) no DODF, constarão todos os setores que serão beneficiados pela prorrogação do IPTU e da TLP e pela remissão e isenção do preço público.

 

 

Fonte: Agência Brasília, com informações da Secretaria de Economia

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Administração do Riacho Fundo I realizou uma manhã especial para as moradoras da cidade. A 4ª edição da campanha Riacho + Saúde – Todos Contra o Covid-19 – entregou para a comunidade kits com álcool em gel, máscaras e material informativo sobre o coronavírus. Cerca de três mil rosas também foram distribuídas para as mulheres.

Um carro de som levou informações de conscientização sobre a pandemia e felicitações para o público feminino. A administradora do Riacho Fundo I, Ana Lúcia Melo, ressaltou que os kits de prevenção e as rosas não tiveram custo de dinheiro de público. “Recebemos doações da iniciativa privada para reforçar a importância do combate ao coronavírus. É determinação do governador Ibaneis Rocha esse cuidado com a nossa população”, frisou. “O dia 8 de março celebra a história de luta por direitos e igualdade das mulheres. Essa data merece ser lembrada diariamente. Afinal, todo dia é das mulheres, guerreiras e batalhadoras”, complementou a administradora Ana Lúcia Melo.

A ação teve a presença do deputado distrital Valdelino Barcelos e do ex-administrador Artur Nogueira. O Comitê Todos Contra o Covid, coordenado pelo vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, foi outro grande parceiro do Riacho + Saúde.

 

Saiba mais

O Dia Internacional da Mulher é uma celebração de conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos, sendo adotado pela Organização das Nações Unidas e, consequentemente, por diversos países. De acordo com registros históricos, o primeiro Dia da Mulher foi celebrado nos Estados Unidos em maio de 1908, onde mais de 1.500 mulheres se uniram em prol da igualdade política e econômica. Atualmente, além do caráter comemorativo, o Dia da Mulher também reforça a importância da conscientização na luta contra o feminicídio.

 

 

Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos: Thyago Arruda e Genivaldo Soares

Na manhã de hoje o deputado distrital Valdelino Barcelos e a administradora Ana Lúcia Melo, participaram de uma reunião muito produtiva nesta quarta-feira (3/3) na Administração do Riacho Fundo I. Durante o encontro, o parlamentar pôde conhecer as principais demandas da cidade nas áreas de infraestrutura, saúde, segurança pública e educação. O ex-administrador Artur Nogueira também acompanhou a visita.

O deputado Valdelino Barcelos foi o responsável pelas emendas parlamentares para o recapeamento da Colônia Agrícola Sucupira. A obra era um anseio que já durava mais de 20 anos pelos moradores. Projetos de novas melhorias para a cidade foram apresentados ao deputado, que se colocou à disposição para colaborar com avanços na região administrativa.

“A população pode aguardar, pois essa parceria está mais forte do que nunca e só quem ganhará será o Riacho Fundo I. O deputado Valdelino Barcelos contribuirá para muitas conquistas em nossa cidade”, destacou a administradora Ana Lúcia Melo.

 


Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Foto: Genivaldo Soares – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Para melhor atender o cidadão, a Administração do Riacho Fundo I atende a partir desta terça-feira (2/3) com novo número fixo: (61) *3550-6480*.

Solicitações de demandas e informações também podem ser obtidas por meio do WhatsApp institucional: 99125-9584.

Os ramais de todos os setores da Administração Regional também tiveram alterações. Confira abaixo a lista completa.

 

 

3550-6480

SETOR

RAMAL

Gabinete (Geral)

1701

Chefia de Gabinete

1702

Recepção/Portaria

1704

ASTEC

1705

ASCOM

1706

Protocolo

1707

COAG

1708

CODES (Principal)

1710

CODES 2

1711

DIROB (Ítalo)

1712

GEOB (Davi)

1713

GEDEGEST (SEBRAE)

1714

GEDEGEST

1715

GEOFIN

1716

Ouvidoria

1717

NUMAP

1718

Informática

1719

Junta Militar

1720

GEPES (RH)

1721

COLOM (Principal)

1722

COLOM 2

1723

Biblioteca

1724

Com 72% dos serviços concluídos, a obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário na Colônia Agrícola Sucupira é mais uma conquista do GDF para os moradores do Riacho Fundo I. Os serviços devem ser finalizados no segundo semestre deste ano, melhorando a qualidade de vida dos moradores e preservando o meio ambiente.

O projeto – executado pela Companhia de Saneamento do Distrito Federal (Caesb) – tem investimento de mais de R$ 6,2 milhões e gera cerca de 400 oportunidades de emprego.

A construção vai beneficiar cinco mil moradores de 1.122 casas, viabilizando um sistema composto por duas estações elevatórias. “Essa obra é uma solicitação bastante antiga da população que o governador Ibaneis Rocha trouxe como prioridade e hoje é realidade. A implantação do esgotamento sanitário dará dignidade e qualidade de vida para os moradores da Sucupira, que foram esquecidos por tantos anos e hoje estão sendo assistidos por este governo”, destaca a administradora do Riacho Fundo I, Ana Lúcia Melo.

 

 

Texto e foto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

A quarta-feira (24/2) foi de ótimas notícias para os feirantes do Distrito Federal. Logo pela manhã, o governador Ibaneis Rocha anunciou a prorrogação, até 31 de junho de 2021, da suspensão da cobrança de pagamento de preço público para feirantes, ambulantes e quiosqueiros que ocupam áreas públicas. A administradora Ana Lúcia Melo e a chefe de Gabinete, Rosana Lúcia, participaram da cerimônia no Palácio do Buriti, que também comunicou que o Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir R$ 35 milhões para reformar nove feiras da capital. O Riacho Fundo I será uma das cidades atendidas.
Na parte da tarde, foi realizada uma assembleia na Feira Permanente do Riacho Fundo I para esclarecimentos sobre a eleição dos novos dirigentes da associação dos feirantes da cidade. O encontrou contou com a presença do subsecretário de Mobiliários Urbano e Apoio às Cidades, Alexandre Yanez, do assessor da Presidência da Novacap, Alexandre Reisman, do diretor de Mobiliários Fixos da Secretaria Executiva das Cidades, Frederico Soares, e de gestores da Administração Regional.
O subsecretário Alexandre Yanez explicou que a regularização das permissões e uma ampla revitalização da Feira Permanente são prioridades para o GDF. “Vamos trabalhar para a regularização dos boxes, para a constituição da associação e para a reforma da feira. O governador Ibaneis Rocha determinou e estamos empenhados em dar as melhores condições de trabalho para os feirantes do Riacho Fundo I”, afirmou.
“Como filha e neta de feirantes, busco sempre lutar por melhorias na infraestrutura e segurança jurídica para todos os envolvidos. Garantir a dignidade desses trabalhadores é uma missão que o governador Ibaneis nos deu e temos trabalhando bastante para atender com eficiência”, destaca a administradora Ana Lúcia Melo. 

 


Texto: João Rodrigues – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Fotos: Genivaldo Soares – ASCOM – Administração Regional do Riacho Fundo I

Começa em 22 de fevereiro o prazo para os credores de precatórios em face do Distrito Federal aderirem a quinta rodada de acordo direto de precatórios.

 

Os interessados em aderir ao acordo recebem o precatório antecipadamente, mediante deságio de 40% sobre o valor atualizado do precatório.

 

Neste ano foram destinados R$ 200 milhões de reais para pagamento das propostas contempladas com o acordo direto.

Veja quem poder aderir ao acordo:

 

  • Os titulares de precatórios emitidos até o dia 31 de dezembro de 2019 e constantes da lista disponibilizada pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

  • O(s) sucessor(es) por óbito de credor originário (meeiro, herdeiro, legatário, etc.) poderá́(ão) apresentar proposta desde que esteja(m) devidamente habilitado(s) mediante decisão judicial prévia expedida pelo juízo da execução, da qual conste o quinhão individualizado.

  • Advogado ou procurador, que deve ser constituído mediante procuração pública específica, ou procuração particular com firma reconhecida, com poderes específicos para celebração de acordo perante a Câmara de Conciliação de Precatórios, lavrada há não mais que 60 dias da data de publicação do Edital.

O protocolo do requerimento deve ser realizado pelo credor, procurador ou advogado no Portal www.acordoprecatorio.pg.df.gov.br/.

 

Para efetuar o peticionamento devem ser, obrigatoriamente, anexados os seguintes documentos:

a) Requerimento para Acordo Direto de Precatório, disponível no sítio www.acordoprecatorio.pg.df.gov.br/, devidamente preenchido;

b) Documento de identificação oficial (RG) e CPF, se o(s) credor(es) for(em) pessoa física;

c) Certidão simplificada emitida pela Junta Comercial (Cartório ou OAB), expedida no máximo 30 (trinta) dias da data da apresentação do requerimento, da qual conste o nome do representante subscritor da proposta se o credor for pessoa jurídica;

d) Procuração pública ou procuração particular com firma reconhecida, que atribua ao advogado ou procurador poderes específicos para celebração de acordo perante a Câmara de Conciliação de Precatórios da Procuradoria-Geral do Distrito Federal, lavrada há não mais de 60 dias da data de apresentação da proposta, quando o credor se fizer representar por advogado ou procurador;

e) Decisão judicial de habilitação dos herdeiros expedida no juízo da execução, com individualização do(s) respectivo(s) quinhão(ões) e cópia do(s) respectivo(s) documento(s) de identificação oficial dos herdeiros, do(s) qual(is) conste o número no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), quando for o caso.

 

As eventuais dúvidas ou dificuldades no momento do preenchimento e do protocolo do requerimento poderão ser sanadas por meio do Chat, disponibilizado na página www.acordoprecatorio.pg.df.gov.br/, no período das 9h às 19h, em dias úteis.

 

Mais informações em: www.pg.df.gov.br

 

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros